fbpx
Roteiro-base para podcasts

Porque você precisa de um roteiro para o seu podcast e como o Bicho de Goiaba pode ajudar

Conheça o roteiro-base personalizado e estruturado para guiar os clientes BDG na hora da gravação de cada episódio 

O que é um roteiro-base?

Um roteiro-base é a estrutura que dá forma ao seu conteúdo. Não é um roteiro específico para cada episódio e sim uma estrutura desenvolvida para que você conduza cada episódio com uma mesma identidade. Ele serve para garantir que do seu podcast possa ser gravado da maneira mais fluida possível, porém com direcionamento claro o suficiente para que você e seus convidados não percam o foco e abordem os temas essenciais para o desenvolvimento da pauta. É sua linha-guia, o fio condutor do seu raciocínio, um encadeamento de ideias em etapas que direcionam o ouvinte e o ajudam a percorrer todas os pontos da mensagem que você quer transmitir.

Quer entender mais sobre a estrutura de um podcast, clique na imagem para ler nosso artigo.

O que vamos entregar ?

Entenda o que você recebe quando contrata um roteiro-base para podcast no BDG
  • Introdução

    A maior parte do roteiro-base de um podcast BDG é feita em tópicos para facilitar sua leitura e evitar que você se perca ao longo da conversa. Porém, aqui na introdução traremos sugestões de frases mais estruturadas para deixar claro:

    1 - Quem é você

    2-  Qual é o tom do podcast (sério, divertido, reflexivo)

    3- Qual é o assunto do episódio

    4 - Quem é o seu entrevistado e qual é a relevância dele para o assunto

    5 - Porque vale a pena ouvir a conversa de vocês

  • Ato I

    Para que você possa entrar de vez no assunto sugerimos que você traga dados, trechos de matérias jornalísticas, resultados de pesquisas sobre o tema tratado e peça a opinião do seu convidado a respeito. Se vier ao caso, faça um contra-ponto que pode ser desdobrado ao longo da conversa. Munidos de um bom briefing, podemos sugerir perguntas ou outros dados que podem ajudar a construir esse contra-ponto. Mas a ideia é criar, sempre que possível, uma espécie de tensão que vai deixar o ouvinte curioso para saber se você e seus convidados serão capazes de sustentar suas posições sobre o tema.

    Assim você enriquece o conteúdo e captura a atenção do ouvinte para o que vem a seguir.

  • Ato II

    É aqui que a conversa se aprofunda e as opiniões se definem com clareza. É uma oportunidade de criar identificação com o ouvinte, que pode se sentir representado pelas ideias expostas. Vamos estimular essa conexão, sugerindo frases que falem diretamente com a audiência, com um convite para refletir sobre o tema.

  • Ato III

    O terceiro ato é o momento de desfechos e conclusões, em que você vai retomar brevemente o ponto de partida e o percurso para destacando o ponto final. Vamos sugerir perguntas ou frases que ajudem você a clarear “moral da história” para o seu ouvinte, evidenciando o que ele ganhou ao dar ouvidos a você.
  • Outro / Encerramento

    É hora de agradecer, construir pontes e se despedir, abrindo espaço para que seu convidado faça o mesmo. Nesta parte, inserimos frases direcionadas para que você estimule o ouvinte a entrar em contato para tirar dúvidas, dar opiniões e sugestões, enfatizando os meios pelos quais ele pode fazer isso: redes sociais, e-mail, caixa de comentários.

    Também usamos técnicas específicas para deixar seu ouvinte contando os dias até o próximo episódio.

Lembre-se de que as frases e encadeamento de etapas que apresentamos aí em cima devem ser apenas um guia. Se o tema se desdobrar de uma forma diferente da planejada, improvise e aproveite. Quanto mais à vontade você estiver para mostrar sua personalidade como apresentador, mais rico e autêntico vai ficar o conteúdo do seu podcast.

Deixe o BDG te ajudar com o roteiro

Roteiro-base do Bicho de Goiaba
Contato

Ainda tem dúvidas? Mande uma mensagem.