fbpx
Como escolher o formato de podcast certo para sua marca

Podcasts não se tornam bem-sucedidos por pura sorte. Para criar um podcast com seguidores devotos, é preciso pensar muito para escolher o formato ideal. A maioria das pessoas presume que um podcast se trata apenas de alguém falando sobre um determinado assunto ou entrevistando alguém, mas a verdade é que é uma ótima plataforma para contar histórias de diferentes formas.

Hoje discutiremos os vários formatos de podcast existentes e qual deles é mais adequado para sua marca ou objetivo de negócio, ajudando você a se destacar na multidão.

Podcast solo / Monólogos

Formato de podcast Solocast
Fotógrafo: Soundtrap | Fonte: Unsplash

A maioria dos podcasters começam sozinhos. É aqui que você e seu ouvinte conversam, compartilhando ideias sobre algum assunto. Podcast solo é um dos formatos de podcast mais fáceis, pois tendem a se basear na experiência do Host. Seu público irá conhecê-lo, e você está livre para trazer um convidado de vez em quando.

Podcast solos são ideais para mostrar sua visão única do mundo. Eles são comumente usados ​​por comediantes, contadores de histórias e formadores de opinião. Se você procura construir autoridade, os podcasts solos são o formato ideal, porque eles fazem o público se sentir como se você estivesse falando diretamente com ele.

Exemplos

Prós

  • Ideal para construir uma marca pessoal, à medida que o seu público o conhece intimamente.
  • Fácil de configurar – tudo que você precisa é um microfone e um software de gravação.
  • A gravação pode acontecer no horário e local de sua conveniência, pois não há convidados.
  • Você exerce total controle criativo sobre o conteúdo do podcast.
  • Eles são fáceis de editar, pois há apenas uma faixa/trilha de áudio.

Contras

  • Se manter firme por conta própria pode ser um desafio.
  • A menos que você tenha uma presença online estabelecida, não ter convidados em seu programa pode diminuir sua credibilidade para alguns ouvintes.
  • Com apenas uma voz, o podcast pode ficar monótono. Isso pode perder a atenção do público.

Programas com co-Hosts

Co apresentou programas
Fotógrafo: Kate Oseen | Fonte: Unsplash

O formato com um ou mais co-Hosts (co-apresentador) pode ser comparado a ouvir um bate-papo entre amigos. Normalmente, esses tipos de podcasts tem duas ou mais pessoas discutindo um determinado tópico, entrevistando um convidado sobre algo ou incorporando ambos. São podcasts divertidos e fáceis de gravar. Seus ouvintes costumam gostar da personalidade dos anfitriões e da química entre eles. Esse formato é muito popular no mundo do marketing.

Exemplos

Prós

  • Se você tem uma grande química com seu co-apresentador, esses são podcasts que rapidamente constroem uma base de fãs porque as pessoas querem fazer parte do ‘clube’.
  • Duas ou três cabeças pensam melhor do que uma ao criar conteúdo para um podcast semanal. Se você tem co-apresentadores criativos, o processo de planejamento de conteúdo será mais fácil.
  • Não há necessidade de se preocupar em ficar sem o que dizer, pois sempre haverá alguém para falar.

Contras

  • Os horários entre os envolvidos têm que estar alinhados para que funcione.
  • É tecnicamente mais difícil editar duas ou mais vozes em comparação com uma.
  • Os ouvintes dificilmente vão entender referências e piadas internas, a menos que sejam mantidos constantemente informados.
  • A menos que você e seus co-apresentadores sejam comediantes profissionais, é difícil manter o público envolvido. É por isso que os podcasts com esse formato tendem a atrair a família e os amigos dos co-anfitriões.

Formato de podcast de entrevista

O apresentador do podcast do Style Philosophers, MICHAEL PERRIS, entrevistou a convidada Kim Cihlar enquanto o produtor Jason Charles trabalha na mesa de mixagem.
Fotógrafo: Gregory Cole | Fonte: Unsplash

Geralmente, esse é o formato em que a maioria das pessoas pensa quando ouve o termo ‘podcast’. Este formato normalmente apresenta um Host e um novo convidado em cada episódio, que fala sobre sua experiência ou visão de mundo. O anfitrião conduz a discussão fazendo perguntas e dando ao convidado a chance de respondê-las. Devido às diferentes vozes em cada episódio, o conteúdo parece novo e o público pode aprender mais sobre um assunto no qual está genuinamente interessado.

Exemplos

Prós

  • O convidado fornece a maior parte do conteúdo, uma vez que é ele quem mais fala. Seu papel como anfitrião é simplesmente guiar o fluxo da conversa.
  • Entrevistar pessoas conhecidas que são especialistas em suas áreas aumenta a credibilidade do seu programa.
  • Os podcasts com este formato são animados e envolventes, pois há espaço para várias vozes fornecerem pontos de vista diferentes, incentivando assim as discussões entre o (s) anfitrião (es) e o convidado.
  • Expor o seu público a uma ampla gama de perspectivas , ajuda a construir seguidores leais.
  • É mais provável que seus convidados compartilhem os episódios do podcast com seus seguidores, expondo seu programa a um público que já está interessado no assunto.

Contras

  • Garantir convidados de alta qualidade é uma tarefa difícil.  Você deve estar preparado para cancelamentos e ajustes de última hora.
  • Alguns convidados podem acabar não sendo colaboradores ativos, especialmente se estiverem nervosos ou tendo um dia ruim. É preciso um entrevistador habilidoso para extrair o melhor de tais convidados.
  • Encontrar um tempo para gravar pode ser difícil, especialmente se você estiver procurando entrevistar alguém com uma agenda lotada.
  • Pesquisar convidados para o seu programa consome muito tempo. Esse é um dos motivos pelos quais a maioria dos podcasts de entrevistas acaba.
  • É difícil se destacar entre outros podcasts baseados em entrevistas, pois há tantos deles por aí.

Podcasts de mesa redonda

formato de podcast de painel de discussão
Fotógrafo: Christina @ wocintechchat.com | Fonte: Unsplash

Este formato é bastante parecido com o da entrevista, só que este tem várias pessoas. Um ou dois anfitriões apresentam três ou mais convidados para falar sobre um determinado tópico. Esse tipo de formato de podcast cria uma conversa com vários pontos de vista, fazendo com que pareça um diálogo entre um grupo de amigos ou colegas.

Comumente usados ​​para discutir jogos e política, os podcasts de mesa redonda costumam ser mais longos do que os podcasts padrão. Isso ocorre devido ao número diversificado de opiniões, portanto, tentar manter a duração em níveis padrão pode resultar no estreitamento de um determinado tópico.

Exemplos

Prós

  • Seus ouvintes são expostos a uma variedade de opiniões e percepções devido à constante mudança de formação, dando-lhes uma visão abrangente de um determinado assunto.
  • Com mais pessoas na sala, a pressão para conseguir conteúdo desaparece. Mesmo que você precise moderar a conversa, você obterá muito mais conteúdo do que sozinho.
  • Receber vários formadores de opinião e especialistas aumenta a autoridade do seu podcast.
  • Chamar diferentes convidados ajuda em seu esforço de marketing, caso cada um deles compartilhe seus episódios com seu público.

Contras

  • Conseguir um horário que funcione para todos os convidados pode ser difícil. Também pode levar mais tempo para pesquisar cada um dos convidados enquanto você se prepara para a entrevista.
  • Moderar um grande grupo de pessoas e impedi-las de falar umas sobre as outras deve ser uma habilidade. Embora interromper uma conversa normal seja natural, deve-se haver um cuidado para não acabar soando confuso para os ouvintes.
  • A configuração técnica de conectar vários convidados é mais complicada, pois cada convidado precisará de um microfone. Se for algo remoto, todos vocês estarão à mercê da conexão com a internet.

Formato de podcast misto

Nozes mistas
Fotógrafo: Usman Yousaf | Fonte: Unsplash

Como não há regras para o podcasting, a maioria dos podcasters experimenta os vários formatos, alternados ou ao mesmo tempo. Só porque você começou com um podcast solo não significa que você não pode lançar algumas mesas redondas ou shows solo de vez em quando. Se você achar que eles têm um desempenho melhor do que o padrão, faz sentido produzir mais deles. Além disso, você sempre pode voltar ao formato padrão a qualquer dia!

Prós

  • Permite liberdade criativa para você apresentar as informações da maneira que achar adequada.
  • É um programa empolgante, pois você pode pegar pedaços de cada formato de podcast e criar um podcast único.

Contras

  • Este formato envolve uma quantidade significativa de planejamento e edição.
  • Mudar constantemente o formato pode ser desagradável para seus ouvintes.
  • Um investimento maior pode ser necessário para criar uma configuração que irá facilitar a criação de vários formatos diferentes.

Agora é com você!

Você acabou de ver os formatos de podcast mais populares, mas antes de escolher considere todo o processo de produção.

Se você gosta de exercitar sua liberdade criativa, o formato solo seria sua melhor escolha. Mas se você odeia scripts e simplesmente não consegue se imaginar pesquisando constantemente por conteúdo, considere o formato de entrevista ou co-apresentador. Em última análise, trata-se de encontrar um formato de podcast no qual você goste de trabalhar.

Esse artigo foi traduzido e adaptado pelo Bicho de Goiaba - via Polymash

0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *