A verdade é que os podcasters iniciantes tem muita empolgação e pouco planejamento. São muitos que apenas ligam o microfone e deixam a conversa fluir sem definir o objetivo da mensagem que desejam passar.

Não estou dizendo que tudo precisa ser, minuciosamente, roteirizado. Mas vejo que é mais fácil gravar quando seguimos uma estrutura mínima. Posso garantir a você que estruturar o conteúdo é a chave para capturar a atenção do público. E não pense que isto vai limitar sua criatividade, a estrutura é somente um guia para a mente criativa.

Addy Saucedo, do site the podcast planner, desenvolveu uma estrutura simples e inteligente que pode ser facilmente adaptada ao seu estilo e forma de comunicar. A qual foi pensada para apresentar o episódio, manter a atenção durante o programa e depois gerar uma expectativa para o próximo encontro. Vamos entender essa estrutura:

INTRO

Aqui não estou falando daquela vinheta bacana ou aquela música super legal do início do podcast. A intro é sua única chance de convencer seu público que vale a pena ouvir o episódio. Nada de enrolação, seja rápido para dizer o que tem de bom no podcast e no episódio. São 3 pontos importantes na INTRO:

  • AApresentação do podcast: lembre-se que você sempre terá novos ouvintes, deixe claro para ele qual é a cara do podcast, qual a temática, se é sério, se é engraçado etc. Não é para dar uma aula sobre o podcast, nem sempre é preciso falar, você pode usar elementos para auxiliar como trilha sonora e efeitos. O importante aqui é mostrar o clima do podcast.

  • BApresentação do episódio: qual é o assunto? Quem são os entrevistados? Qual a história será contada?

  • CPor que isso é interessante? Esse é o fechamento da intro, é preciso mostrar a relevância do seu entrevistado para o tema escolhido, enfatizar os principais pontos do assunto abordado. Essa é a hora conquistar a audiência. Uma dica, é gravar essa parte por último, assim você já saberá os pontos altos do podcast depois de gravado e conseguirá fazer uma apresentação mais pontual.

Os ouvintes não querem esperar. Portanto, se você tem um convidado famoso, não fique dando voltas e informe às pessoas o que elas vão ouvir. O Podcast Analytics da Apple mostra que o número de ouvintes diminui com INTRO muito demoradas e enroladas.

3 ATOS

Na INTRO você prometeu, agora é hora de cumprir e entregar o melhor episódio para o seu ouvinte e para isso vamos dividir essa conversa em 3 atos. Igual no cinema, vamos usar a mesma forma de Hollywood para contar histórias.

  • Ato I:  No cinema é usado para apresentar os personagens e dar início à trama. Aqui no podcast usaremos o primeiro ato para começar a aprofundar no assunto do episódio, definir os primeiros conceitos, fazer as primeiras perguntas ao entrevistado que apresente um contexto geral do tema.

    O Ato I estará perto do fim quando já estiver situado sua audiência no contexto geral do episódio. Em caso de entrevistas, quando os ouvintes souberem quem são os convidados e suas primeiras opiniões sobre o tema.

  • Ato II: Esse ato deve ser construído de maneira que mantenha o interesse da audiência e prepare terreno para o final. Não é tarefa fácil. Aqui é a hora de aprofundar no assunto, trazer à tona os principais fatos para o debate. Apertar o entrevistado com perguntas que definam sua posição sobre o assunto.

  • Ato III: Ainda fazendo um paralelo com o cinema, o Ato III deve ser curto, é no final que praticamente todos os conflitos mostrados na história devem alcançar um desfecho. Para o podcast é a hora de concluir, deixar claro a posição de todos sobre o tema. Retomar qualquer posição que ficou aberta no Ato I e II.

E lembre-se que isso aqui é um template para te auxiliar, a divisão em 3 atos é um padrão que sempre pode ser quebrado pela sua criatividade e necessidade.  Muitos diretores de cinema já o fizeram. Cada episódio poder ser diferente.

OUTRO

OUTRO é um termo em inglês definido com um encerramento rápido, uma conclusão, muito usado em espetáculos, reportagens e músicas.

Agora é a hora de fazer o público voltar para ouvir os próximos episódios. Quando se finaliza um podcast com “Então é isso pessoal! Abraço a todos, até a próxima.”, você perde uma oportunidade única de convencer o ouvinte a assinar o podcast e voltar depois para buscar mais conteúdo. E para fazer isso bem feito vamos dividir o OUTRO em 3 partes:

  • AConsiderações:  faça uma análise de como o conteúdo do episódio pode impactar o ouvinte. Se tem convidado, conte para sua audiência a melhor forma de encontrá-lo. Pode ser e-mail, site ou redes sociais.

  • BCall to Action: Você criou uma relação com seu ouvinte e por isso você pode pedir para que ele faça uma ação. Pode ser assinar o podcast, visitar o site, comentar nas redes sociais, enviar e-mail, etc. Não perca essa oportunidade.

  • CTeaser: Dê um gostinho do que vem por aí, crie expectativa. Se o próximo episódio já está pronto, mostre alguns segundos ou simplesmente comente sobre o assunto ou convidado do próximo programa.

Essas 3 partes do OUTRO não são obrigatórias, use o que mais estiver de acordo com seu formato e faça os ajustes necessários.

Aqui também vale a mesma dica da INTRO, não enrole. Ainda mais porque o ouvinte já recebeu o que queria no ATO I. II e III e já está pronto para ir embora.


Essa é uma estrutura simples que pode ajudar quem está começando. Quanto mais você entende-la mais ficará livre para alterar e a adaptar conforme seu estilo de comunicação. O que não pode é ligar o microfone sem planejamento na esperança de que no fim sairá um ótimo episódio.

Esse conteúdo é uma adaptação do livro The Podcast Planner da autora Addy Saucedo e pode ser comprado aqui.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *